Além!

Porque o silêncio é às vezes o caminho mais dificil, é preciso encontrar avenidas de tambores a rufar entre tantas mordaças, para construir a sempre inacabada e desejada felicidade, de viver sempre a juventude presente. Tempo de desejo é sempre tempo de Futuro.

29 de novembro de 2010

22 de novembro de 2010

Não trabalhar e ir para os piquetes...

Toda a força à Greve Geral!

"arre porra, até que enfim"

Finalmente Bento XVI aceita uso do preservativo.

Morreu o dirigente comunista Joaquim Gomes

Deixou-nos ontem, com 93 anos de idade, o camarada Joaquim Gomes, um dos mais destacado dirigentes comunistas da história do nosso Partido, e que dedicou toda a sua vida à luta da classe operária, dos trabalhadores e do povo português.

Uma vida inteira entregue à luta contra o fascismo, pela liberdade, contra a exploração capitalista, pela democracia, a paz, o socialismo e o comunismo.

À camarada Maria da Piedade Gomes, sua companheira de sempre entregamos aqui um abraço sentido e fraterno. 

Joaquim Gomes foi um dos muitos homens a quem não deixaram que fosse menino. Com apenas 6 anos já era operário aprendiz na indústria vidreira das fábricas da Marinha Grande. Terra que o viu crescer e aderir primeiro com 14 anos à Federação da Juventude Comunista e depois, em Março de 1934, ao seu partido de sempre, ao Partido Comunista Português, passando a integrar no imediato o Comité Local da Marinha Grande.

19 de novembro de 2010

"A saúde mental dos portugueses..."

Alguns dedicam-se obsessivamente aos números e às estatísticas esquecendo que a sociedade é feita de pessoas.

Recentemente, ficámos a saber, através do primeiro estudo epidemiológico nacional de Saúde Mental, que Portugal é o país da Europa com a maior prevalência de doenças mentais na população. No último ano, um em cada cinco portugueses sofreu de uma doença psiquiátrica (23%) e quase metade (43%) já teve uma destas perturbações durante a vida.

Interessa-me a saúde mental dos portugueses porque assisto com impotência a uma sociedade perturbada e doente em que violência, urdida nos jogos e na televisão, faz parte da ração diária das crianças e adolescentes. Neste redil de insanidade, vejo jovens infantilizados incapazes de construírem um projecto de vida, escravos dos seus insaciáveis desejos e adulados por pais que satisfazem todos os seus caprichos, expiando uma culpa muitas vezes imaginária. Na escola, estes jovens adquiriram um estatuto de semideus, pois todos terão de fazer um esforço sobrenatural para lhes imprimirem a vontade de adquirir conhecimentos, ainda que estes não o desejem. É natural que assim seja, dado que a actual sociedade os inebria de direitos, criando-lhes a ilusão absurda de que podem ser mestres de si próprios.

Interessa-me a saúde mental dos portugueses porque, nos últimos quinze anos, o divórcio quintuplicou, alcançando 60 divórcios por cada 100 casamentos (dados de 2008). As crises conjugais são também um

18 de novembro de 2010

Grande Manifestação...

... da Campanha «Paz sim! NATO não!»
20 de Novembro, 15h00, Marquês de Pombal aos Restauradores, em Lisboa.

A Campanha «Paz sim! NATO não!» convocou, promove e organiza uma manifestação dia 20 de Novembro, pelas 15h00, do Marquês de Pombal à Praça dos Restauradores, em Lisboa, para a qual apela à participação de todos os portugueses amantes da paz.

Manifestação cujos objectivos, âmbito e organizador – a Campanha «Paz sim! NATO não!» - foram amplamente divulgados, tendo já obtido um amplo apoio no plano nacional e internacional.

Informa-se, uma vez mais, que a Manifestação da Campanha «Paz sim! NATO não!» é a única manifestação que se realizará dia 20 de Novembro, às 15h00, no Marquês de Pombal à Praça dos Restauradores, onde desfilarão, de forma tranquila e convicta, milhares de cidadãos em defesa da paz e contra a Cimeira da NATO em Portugal.

"O que se passa a bordo de um navio...

Dizem!
 é um óptimo exemplo de organização, liderança, etc".

Ora, aqui está um bom exemplo:

Navegavam há meses e os marujos não tomavam banho nem trocavam de roupa. O que não era novidade na Marinha Mercante britânica, mas o navio fedia!

O Capitão chama o Imediato:

– Mr. Simpson, o navio fede, mande os homens trocarem de roupa!

Responde o Imediato:

- Aye, aye, Sir!

E parte para reunir os seus homens e diz:

- Sailors, o Capitão está se queixando do fedor a bordo e manda todos trocarem de roupa.

David troque a camisa com John, John troque a sua com Peter, Peter troque a sua com Alfred, Alfred troque a sua com Jonathan ... e assim prosseguiu.

Quando todos tinham feito as devidas trocas, volta ao Capitão e diz:

– Sir, todos já trocaram de roupa.

O Capitão, visivelmente aliviado, manda prosseguir a viagem.

É MAIS OU MENOS ISSO QUE VAI ACONTECER EM PORTUGAL NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES, SE CONTINUAREM A VOTAR NO PS OU NO PPD/PSD/CDS/PP.

O VOTO EM BRANCO é o refúgio de uma classe ...

... média/baixa atarantada com a desinformação de uma OPINIÃO PUBLICADA, cujo fim é exatamente esse:

A neutralização de pessoas que, embora inteligentes, não se dão ao trabalho de assumir a sua importância nas transformações sociais.
Agora, quando mais é necessária a sua intervenção para uma alteração radical nesta alternância viciada num "centralão", vem o apelo ao "voto em branco".

Ricardo Salgado vota em branco? Belmiro de Azevedo vota em branco? Van Zeller vota em branco?
Haja paciência!!!

Por mim, para que não haja dúvidas, voto Partido Comunista Português.
Esse sim, O VOTO MAIS EFFICIENTE.
Opinião de HG via e-mail

7 de novembro de 2010

O ESPECIALISTA DA CRISE

É fartar, vilanagem!
Este era o grito que os piratas usavam, quando assaltavam qualquer embarcação que lhes caisse nas mãos.
Hoje, os piratas são mais sofisticados. Primeiro enchem os bolsos, depois é que gritam "cortem nos salários!!!". Dos outros, claro está.


Impressiona-me que certos políticos não tenham memória e que os cidadãos não critiquem a falta de memória destes políticos.
Vem isto a propósito da citação que o PÚBLICO do dia 5 de Outubro faz do ex-ministro das Finanças Eduardo Catroga, que escreveu no Diário Económico que "o Estado engordou 10 quilos e este excesso de peso requer uma dieta prolongada de, pelo menos, duas legislaturas".
Dezasseis quilos (8 mil euros por mês, que cresceu todos os anos, para atingir cerca de 16.000 euros quando cumpriu 60 anos), foi quanto Eduardo Catroga atribuiu a si próprio, por despacho cirúrgico (a expressão é de Eduardo Dâmaso, 28 Setembro de 1995), aos 53 anos de idade, e como reforma vitalícia, antes de abandonar o cargo de administrador delegado de um fundo de pensões e ir para ministro das Finanças do XII Governo Constitucional da II República presidido por Cavaco Silva, e remeter-se ao silêncio durante mais de duas legislaturas (...).

Mais de duas legislaturas foi quanto durou a dieta prolongada do protagonismo do ex-ministro de Cavaco Silva, que progressivamente vem recuperando o estatuto de defensor dos interesses do país, agora que a memória do público se esvaiu.

Mas alguns lembram-se quanto custa ao contribuinte (o dinheiro é trabalho) a reforma de mais de 30 salários mínimos de 500 euros (ou 60 salários mínimos de 250 euros dessa altura) que Catroga atribuiu a si próprio, há 15 anos, em 1995, aos 53 anos de idade.
Façam as contas.
Jorge Pinto in Público

5 de novembro de 2010

Sentes-te sozinho(a) e abandonado(a)?

Estás convencido(a), que ninguém se interessa por ti? 

Achas que ninguém está a dar a mínima importância à tua pessoa? 

Pensas que ninguém repara nos teus sucessos ou nos teus fracassos, ou que a tua vida ou morte nada significam para os outros?

Estás muito enganado(a)!

Existe alguém que se interessa MUITO por ti e que acompanha todos os teus passos…

Quando todos te tiverem esquecido, ...

3 de novembro de 2010

Vamos lá entender isto?

O que se pode dizer de um candidato que há dias disse que o melhor é aprovar o O E.
Agora diz que não apoia a Greve Geral por ser contra medidas populistas... Leia + » Recomenda-se!

Não sei se o facto de Sócrates apoiar Manuel Alegre de forma convicta diz alguma coisa. O certo é, que apoios destes o Manel não desperdiça. É que isto de ser presidente, mesmo que para isso tenha que continuar, durante o dia a dizer-se ao lado do povo e à noite conspirar contra ele é mesmo coisa de "Poeta Alegre".

2 de novembro de 2010

A ver como paga a renda, já se pode imaginar o que fará pelo país...

O senhorio da sede de candidatura nacional da campanha de Fernando Nobre reclama mais de cem mil euros em dívidas e por isso ameaça despejar o candidato da sua propriedade em Lisboa. Ouvir!

Fernando Nobre por seu lado segundo o DN, diz não estar nada preocupado!
Mário Soares à tempos tecia largos elogios a Fernando Nobre, também sua filha e esposa são apoiantes de Nobre (...). Não se percebe agora é o porquê do histórico Socialista o deixar nesta ingrata situação.
Será que mudou de ideias, e vai fazer tudo por tudo para apoiar mais uma vez Cavaco?